Publicações

SABIA QUE… O EDIFÍCIO DA ALFÂNDEGA FEZ DESAPARECER A VELHA PRAIA DE MIRAGAIA?

SABIA QUE… O EDIFÍCIO DA ALFÂNDEGA FEZ DESAPARECER A VELHA PRAIA DE MIRAGAIA?

 

Nestes tempos de pandemia, aproveitamos para revisitar algumas edições de O TRIPEIRO dos últimos anos, a centenária revista da Associação Comercial do Porto que é guardiã da história e do património da cidade desde 1908. Neste caso, espreitamos um texto publicado na edição de outubro de 2009.

 

Pode adquirir as edições mensais da revista O TRIPEIRO nos serviços do Palácio da Bolsa através dos contactos disponíveis na página de Facebook da Associação Comercial do Porto.

 

… …

 

A construção do edifício da Alfândega do Porto em Miragaia – iniciada em 1859 – implicou a reconfiguração de um segmento urbano importante, fazendo desaparecer uma parte substancial das muralhas do velho burgo e a sua Porta Nobre, subalternizando para isso a velha alameda de Miragaia, à cota baixa, ocultada pelo novo arruamento alteado que estabeleceu a ligação entre S. Nicolau e Monchique a designada Rua Nova da Alfândega, pela qual passaria também a linha do carro elétrico (ao tempo, o carro americano).

A intervenção urbana assumia também um pendor higienista, permitindo destruir focos considerados insalubres, e provocou alterações profundas na paisagem da cidade: o desaparecimento de um importante segmento da muralha; o derrube de cerca de duas centenas de casas consideradas degradadas; a ocultação e desvio do ribeiro das Virtudes (ou rio Frio); e o desaparecimento da praia de Miragaia e do estabelecimento dos banhos.